Prefeitura de Lages

Prefeito recebe grupo que fará caminhada de 25 quilômetros pelo caminho dos tropeiros

São idosos de Florianópolis, Rio de Janeiro, São Paulo, Belo Horizonte (MG) e Fortaleza (CE). O caminho segue o traçado por estradas em chão batido, procurando seguir a rota original dos tropeiros, passando por fazendas centenárias e araucárias


							 Legenda: Fotos: Toninho Vieira / Credito: 
							Prefeito recebe grupo que fará caminhada de 25 quilômetros pelo caminho dos tropeiros - 
							São idosos de Florianópolis, Rio de Janeiro, São Paulo, Belo Horizonte (MG) e Fortaleza (CE). O caminho segue o traçado por estradas em chão batido, procurando seguir a rota original dos tropeiros, passando por fazendas centenárias e araucárias 
							05/04/2022 16:10:13
Compartilhar em:

Logo cedinho, por volta das 7h30, dessa sexta-feira (1° de abril), um grupo de idosos estava na praça da Catedral Diocesana. Os cabelos grisalhos ou totalmente brancos chamavam a atenção, e seus olhares curiosos denunciavam que não eram daqui. Tratava-se de membros da Associação Catarinense dos Amigos do Caminho de Santiago de Compostela (ACACSC), com sede em Florianópolis.

Eles participam do evento Caminho dos Tropeiros – Dos Campos de Lages à Grande Florianópolis, realizada este ano no período de 31 de março a 9 de abril. Serão oito dias de percurso, com etapas diárias de 15 a 25 quilômetros, percorrendo todo o caminho que os tropeiros faziam, de Lages à capital catarinense. No grupo, com aproximadamente 40 pessoas, a maioria com mais de sessenta anos de idade, tem pessoas de diversas regiões do país, como Rio de Janeiro, São Paulo, Belo Horizonte (MG) e Fortaleza (CE).

O grupo foi recepcionado pelo prefeito Antonio Ceron e o vice Juliano Polese em seu gabinete, tendo as boas-vindas também do secretário do Desenvolvimento Econômico e Turismo, Álvaro Mondadori (Joinha). “É uma alegria receber turistas em nossa região, com belas paisagens e tanta história, integrando a rota dos tropeiros. Com certeza eles terão uma experiência incrível”, comenta o prefeito.

Conhecendo a história dos tropeiros

O caminho dos tropeiros é uma rota secular que liga Viamão (RS) a Sorocaba (SP). Antigamente era realizada por homens munidos por mulas que faziam o comércio entre comunidades, e tinham os Campos de Lages como parada para descanso. Desse movimento tropeiro muitas cidades foram criadas e ampliadas.

Quem participa da caminhada tem a oportunidade de conhecer cada etapa desta história, quando os tropeiros na sua atividade traziam gado de Lages à Grande Florianópolis e, no seu retorno subiam a serra com uma série de alimentos como sal, açúcar, peixe defumado, entre outros produtos, para o abastecimento da região.

Saindo de Lages em um ônibus fretado, o caminho segue o traçado por estradas em chão batido percorridos a pé, procurando seguir o caminho original dos tropeiros, passando por entradas de fazendas, araucárias, entre subidas e descidas. Os cerca de 25 quilômetros exigem um bom preparo físico dos participantes. Eles contam com o suporte do ônibus, que os acompanha, e pausas para o lanche.

Com almoço marcado em Urupema, eles retornam de ônibus para jantar e pernoitar em Lages, e no dia seguinte a excursão segue até completar os oito dias. O secretário Joinha se comprometeu em encontrá-los novamente à noite e levar pinhão e um bom vinho da Serra para degustação dos visitantes. “É mais turismo acontecendo na região, seja pelo nosso clima, hospitalidade ou nossas paisagens. Estamos realmente muito satisfeitos”, destaca o secretário.

22 anos de associação e vários caminhos

O Caminho dos Tropeiros, de Lages a Florianópolis, já está em sua sexta edição. Neste ano, como o evento contou com grande participação, será realizado três edições somente neste mês, totalizando 120 pessoas percorrendo o caminho. Muitos já participaram de outros eventos, como o Caminho da Ilha, com uma sequência de trilhas, praias e costões que compõem o contorno da Ilha de Santa Catarina. Um dos mais procurados é o Caminho de Santiago de Compostela, na Espanha, uma opção que encanta aos peregrinos por sua riqueza histórica.

A ACASCS foi criada em 1999 e todo mês realiza caminhadas, sendo uma dentro de Florianópolis e outras fora da capital. “Com quase 300 associados, a grande maioria na terceira idade, buscamos uma vida saudável, com muita diversão e também conhecer a história. Admiramos muito Lages e a impressão que temos é de que é a cidade mais gaúcha do Brasil”, brinca o vice-presidente, Rudi Zen, que é natural de Vacaria.

 

Texto: Aline Tives

Fotos: Toninho Vieira

Publicado em: 05 de abril de 2022